Arquivo da categoria: Comunicados de Imprensa

Expulsão ilegal de 500 migrantes para a Líbia: a UE deverá condenar as autoridades Italianas

[11/05/2009]

Comunicado de Imprensa conjunto das Redes
MIGREUROP e Rede Euromediterrânica dos Direitos Humanos

A Solidariedade Imigrante, enquanto membro da Rede MIGREUROP, questiona o Governo português sobre a sua posição relativamente a estas expulsões e sobre quais os procedimentos que está a tomar, junto aos restantes governos europeus e à Comissão Europeia, no sentido de garantir uma condenação firme destas expulsões levadas a cabo pelas autoridades italianas, e não deixa de registar a sua apreensão relativamente ao aumento do número de detenções de indocumentados, que também se tem vindo a registar em Portugal.

Continuar a lerExpulsão ilegal de 500 migrantes para a Líbia: a UE deverá condenar as autoridades Italianas

Não ao manto de silêncio sobre os espaços de detenção para estrangeiros

[29/01/2009]

A propósito de uma campanha internacional pela observância dos Direitos Humanos, a Solidariedade Imigrante promoverá, amanhã, dia 30 de Janeiro, a realização de uma visita ao C.I.T. do Aeroporto de Lisboa. A visita contará com a participação de Deputados/as.

Continuar a lerNão ao manto de silêncio sobre os espaços de detenção para estrangeiros

Conf. de Imprensa: PACTO SARKOZY e o PING-PONG HUMANO na fronteira Marrocos-Algéria

[27/05/2008]

(com a presença de representante da Obra Pastoral para as Migrações e da ABCDS- Marrocos)

TEMAS

  • Directiva de Retorno;
  • Pacto Europeu sobre imigração proposto pela pela Presidencia Francesa da UE
  • A situação dos imigrantes sub-sarianos na fronteira Marrocos-Algéria.

Continuar a lerConf. de Imprensa: PACTO SARKOZY e o PING-PONG HUMANO na fronteira Marrocos-Algéria

OS/AS IMIGRANTES NÃO SÃO BODES EXPIATÓRIOS

[11/04/2008]

MÁ FÉ DO GOVERNO
A mega rusga realizada ontem entre o Martim Moniz, o Intendente e toda a zona da Almirante Reis visava a reabilitação desta zona da cidade (!?), através da promoção de uma verdadeira acção de caça a “ilegais, droga e prostitutas”, conjugada com a fiscalização de situações de comércio ilegal e encaminhamento das situações de “vulnerabilidade social”.

Continuar a lerOS/AS IMIGRANTES NÃO SÃO BODES EXPIATÓRIOS